21 agosto 2010

Uma canção e uma história #10

Uma canção do meu grupo favorito



Era feliz enquanto escrevia uma coluna num jornal regional a que chamei "Gritos de Juventude" onde a primeira crónica tinha o título "Adolescentes? Quem? Nós?" e onde falei de coisas como um Dia D, que inventaram na altura para alertar para as drogas; dos quatro canais que havia para ver na televisão; de outras tantas coisas que já nem lembro e cujas folhas de jornal se foram perdendo.

Era feliz todos os sábados de manhã a fazer um programa de rádio meio louco com quatro amigas da mesma idade, cheio da música que ouvíamos e das conversas que tínhamos, tanto no recreio do liceu como aos microfones naquelas duas horas.

Era feliz a dar catequese, explicando coisas que nem eu própria entendia ou até que jamais entenderei.

Era feliz a sós, a encher cadernos de histórias, acreditando que escrevia e que escrever seria sempre o rumo da minha vida.

Era feliz com os outros: os amigos da escola que hoje são adultos como eu, os professores que acreditavam mais em mim do que eu, a família que estava aqui ao meu lado como eu ao seu.


Tinha 16 anos e vivia a mais feliz das idades da minha vida. O futuro era imenso, ilimitado e nele cabiam todos os possíveis.

1 comentário:

ML disse...

O melhor é trazeres o teu diário e eu o meu... trocamos para desabafares!