01 julho 2010

Estou aqui


Faz hoje precisamente 10 meses que fiz 30 anos. Ao longo desse dia fui apontando no meu caderninho de rascunhos e outras tralhas os nomes de quem ligou, apareceu, escreveu mensagem, mandou e-mail. Ao todo contei 53 nomes, 53 pessoas que se lembraram que eu, naquele dia, fazia anos, 53 pessoas que me quiseram dizer "Parabéns", "Muitas felicidades", "Que este seja um ano repleto de sonhos concretizados", ou outras frases batidas mas, arrisco dizer, 53 vezes sentidas.
Nestas últimas semanas não tenho apontado os nomes de quem tem ligado, aparecido, escrito mensagem, mandado e-mail, convidado para almoçar, jantar, lanchar, tomar um café, ir ao cinema, à praia, desabafar, receber abraços, simplesmente estar junto, presente, perto. Mas, nas últimas semanas, tenho assistido ao mais incrível fenómeno que este (meu) mundo cheio de defeitos tem para dar: o contágio da solidariedade, a propagação da amizade.
Sei que a lista, se existisse, já tinha ultrapassado os 53 nomes, sei que muitos nomes poderiam aparecer muito mais do que 53 vezes, sei que cada palavra e cada gesto traz 53 vezes de conforto, 53 vezes de importância. E sei ainda que quem não está na lista não faz falta, nem para dizer "Parabéns" e "Muitas felicidades", nem para mostrar simplesmente "estou aqui".

A tantos - que são todos - muito obrigada.


Ilustração - Holly Clifton-Brown

4 comentários:

BlueAngel disse...

;-) beijoca laroca especial para a semana café e um pastel especial? :-)

scorpiowoman disse...

Um abraço do tamanho do Mundo e um almocinho quando o desejares :-)... já sabes, mas torno a repetir: Estou sempre aqui!

Anónimo disse...

Força!!! Um beijinho grande. Se precisares de alguma coisa cá estou. Gena Queirós

Alguém+ neste mar de gente, disse...

ehehe pensei que fosse a única a contar as pessoas que me desejavam os parabéns :p este ano com o fenómeno do facebook, sms e telefonemas, foram também cerca de 60 as pessoas que quiseram dar um miminho, e também ultimamente muito me têem as pessoas procurado... Acho que assistimos a um religar entre as pessoas... Tenho reparado que as pessoas andam mais próximas umas das outras ultimamente.