12 janeiro 2006

O corredor


O corredor é longo e recto. Parece desenhado de propósito, para que a "Sala dos Bebés" fique no seu final e as mamãs, de coração apertado e garganta seca, possam testar os seus próprios limites: cada manhã conseguem ir mais além sem virar a cabeça para trás... cada dia está lá, mais ao longe, o bebé ao colo da educadora. Cada dia mais longe.

Cumprida quase uma semana de creche o Tigy, segundo uma das educadoras, tem fortes probabilidades de passar de ano. Eu, a mãe, confesso que fiquei feliz com tal prognóstico e, por instantes, até esqueci como tem sido estranho andar na rua, entrar nas lojas, conduzir, estacionar, sem a companhia dele.

Na noite anterior ao primeiro dia dormi pouco e mal. Sentia-me mais ansiosa do que triste, talvez mais curiosa do que medrosa... No meio das insónias, revivi as noites mal dormidas de quando era criança e, no dia a seguir, havia vacinas ou análises. Qual menina com medo da agulha, levei a tralha, o marido, o bebé e aquelas duas primeiras horas do Tigy na creche foram compridas e insossas. À medida que se sucedem os dias, sinto o tempo a voltar ao ritmo certo, a ameaçar travar nos cinco minutos que me separam de casa à creche e a saltar incontroladamente quando voltamos, os dois, para a nossa sala, para as nossas coisas, para o nosso Refúgio de Felicidade.

Sim. Tem corrido bem. Ele come a sopa toda. Não tem ficado a gritar. Não o tenho encontrado a chorar. Sim. Tem corrido bem. Vem com a fralda lavada. Vejo-o receber beijinhos. A sala está quente. As pessoas são simpáticas. Sim. É verdade. Tem corrido mesmo bem. Mas trocava este "bem" por mais uns dias da vida que tínhamos.

5 comentários:

Cátia disse...

Estes últimos dias não deixei de pensar em ti e no Tigy...
Agora ao ler estas linhas fiquei mais sossegada porque sei que tudo está bem. Fico Feliz!
Beijinhos a triplicar *******

Anónimo disse...

que boas notícias!!! Muitos beijinhos
Rita Ramos

Cláudia Pinto disse...

Óptimo! Sabes como torcia para que me desses boas notícias e para que tudo corresse como agora relatas. Com o tempo, irá ser tudo tão mais natural e o Tigy irá sempre portar-se como um menino crescido! E a mãezoca como uma mulher de M grande!

Beijinhos e APROVEITA bem o primeiro fim de semana depois do primeiro afastamento... ;)

Carolina disse...

Ainda bem que tudo tem corrido da melhor forma ;)
Já deves estar "farta" de ouvir o que te vou dizer,mas ao início é sempre mais "puxado" para nós. Eles, regra geral,adaptam-se mais facilmente à nova situação... ;)
Beijinhos para vocês

Jane & Cia disse...

Nem consigo imaginar o que estás a sentir, projecto esse futuro com cautela e cheia de receios... mais uma carta de condução para tirar. Parabéns por estarem a passar com distinção, apesar de todas as dificuldades.